Uma Noite Barulhenta

O Ratinho não conseguia dormir por causa de todos os barulhos estranhos que se ouviam de noite. O que seria aquele som a soprar? Quem estaria a bater na janela? E haveria mesmo um fantasma a chamar "tuuu, tuuu"? O Ratinho estava muito assustado. "Posso ir para a tua cama?" perguntava ele ao Ratão. Mas este sabia que seria melhor para o Ratinho aprender a dormir sozinho na sua cama e enfrentar os seus medos.

«Um conselho para os pais que são acordados pelos filhos a meio da noite: tenham sempre este livro na mesa de cabeceira!Irão de certeza reconhecer-se no Ratão que se levanta constantemente da cama para lidar com o uivar do vento, o esvoaçar dos ramos das árvores, o piar do mocho, a torneira a pingar... e até com o seu ressonar.Não irá apenas fazê-lo rir a si, como também ajudará a adormecer os pequeninos. É uma história linda e reconfortante, maravilhosamente contada, sempre com a mensagem de que "ouvir barulhos estranhos" e "sentir-se sozinho" são coisas bem diferentes - é nessas alturas que o papá estará sempre lá para ajudar. As ilustrações são também maravilhosas; Jane Chapman cria um mundo tão real que é difícil não acreditar que este não está mesmo lá por detrás da capa. As crianças que avaliaram o livro também o adoraram; passaram horas a olhar para os desenhos e a mostrar-nos os mais pequenos detalhes. Depois quiseram ouvir a história de novo e ainda mais outra vez. Por sorte não estávamos a meio da noite...» The Guardian por Vivian French

Temas abordados

dormir   medo   noite   pais   sons  

Partilhe com os amigos

Críticas e comentários

É o nosso livro preferido...meu e da minha filha! Não nos cansamos de contar a história e de adormecer aconchegadas com os dois ratos. Lindo e aconchegante!

Helena Lobo - Maia

ohhh onde posso encontrar este livro à venda?obrigada

Cláudia Perpétua - Sintra
Partilhe a sua opinião com outros leitores


Para validação: Quanto é Dois mais Dois?
(em número, não por extenso)
Ups! Todos os campos são obrigatórios e tem de dar uma resposta correcta à nossa difícil pergunta.