Eu quero o meu Papá!

Há dias em que precisamos mesmo do nosso papá!


Pois para o Artur, esse era um desses dias! Quando o seu castelo se desmorona e não há forma de o manter de pé, quando faz um dói-dói e parece que há até monstros no lago...

Nesses momentos, pela ajuda e conforto como mais ninguém consegue dar, há apenas uma solução... gritar bem alto: —Eu quero o meu papá!

  • Da mesma coleção: «Eu quero a minha Mamã!»
  • Prenda perfeita para o Dia do Pai: os pais vão sentir-se muito especiais!

receipt Detalhes do livro

Críticas e comentários

A história é muito interessante, fala-nos da cumplicidade, amizade e apoio que um pai deve proporcionar a um filho. Demonstra muita afetividade e alegria. Considero que esta é uma linda história para se contar aos mais pequenos. Obrigada.

- Palmela

Sempre temas muito interessantes, neste caso a família.

- Póvoa Sta Iria
Partilhe a sua opinião com outros leitores
profile
directions
heart
Para validação: Quanto é Dois mais Dois (em número)?
key

A sua informação e comentário serão apresentados na página, para facilitar a escolha dos leitores. Pode a qualquer momento mudar de ideias e pedir que sejam removidos, contactando-nos por e-mail. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade.

Ups! Todos os campos são obrigatórios e tem de dar uma resposta correcta à nossa difícil pergunta.

Partilhe com os amigos

up